728x90 AdSpace

Recentes

Aprendendo com o Tabernáculo de Moisés





NOMES E TÍTULOS DADOS AO TABERNÁCULO

No Antigo Testamento encontramos muitos nomes diferentes para
designar o Tabernáculo de Moisés. Cada um revela um aspecto
particular da verdade:

1. Tabernáculo (Êx 25.9) - “Tenda ou Morada”.
2. Santuário (Êx 25.8) - “Lugar Santo ou Lugar Separado”.
3. Tenda do Testemunho (Nm 9.15) - onde estava a Arca.
4. Casa de Deus (Êx 34.26) - onde Ele deveria ser Senhor.
5. Tenda do Encontro (Êx 40.34-35) - onde adoravam.

A CONSTRUÇÃO DO TABERNÁCULO

O Antigo Testamento menciona sete requisitos para a edificação do
Santuário do Senhor:

1. Através de ofertas de corações voluntários (Êx 25.2).
2. Pelo ânimo do povo agradecido a Deus pela libertação (Êx 35.21).
3. Pela disposição do povo em fazer a vontade de Deus (Êx 35.5).
4. Com um coração voluntário, isto é, de todo coração (Êx 36.3).
5. Pelo critério e sabedoria de Deus (Êx 36.1-8).
6. Pelo Espírito de Deus, dando habilidade para tal obra (Êx 35.10).
7. De acordo com o Padrão Divino, o modelo veio do céu (Êx 25.40).

Os Construtores do Tabernáculo:

Inicialmente dois homens chamados e capacitados por Deus,
auxiliados por cooperadores (Ex 31.6): (1) Bezalel – que significa
“Debaixo da sombra de Deus”, da tribo de Judá - “Louvor” (Êx 31.2).
(2) Aoliabe – que significa “O Pai é a minha tenda”, da tribo de Dã –
que significa “Juiz” (Êx 31.6).

O tempo gasto na construção do Santuário: comparando Êxodo 19.1
e Números 9.1; de acordo com elementos da “tradição judaica”, levou
aproximadamente nove meses. Após nove meses, tornou-se Habitação
de Deus. Assim o mesmo aconteceu na Encarnação do Verbo, no ventre
de Maria (Lc 2.7).

OS TRÊS GRUPOS DE MATERIAIS USADOS

Mineral:

1. Ouro - a glória, a natureza divina (Ap 21.21,22) - 1.300 kgs.
2. Prata - a redenção, expiação, resgate (Êx 30.11) - 3.400 kgs.
3. Bronze - juízo, julgamento contra o pecado (Is 4.4) - 2.400 kgs.
4. Pedras preciosas - os dons, as riquezas dos santos (1 Co 3.9-17).

Vegetal:

1. Linho fino - a justiça de Cristo (Ap 15.5,6).
2. Madeira de Acácia - a humanidade de Cristo (Is 11.1-3).
3. Óleo para iluminação - o Espírito Santo (Jo 1.41).
4. Especiarias para o óleo da Unção - o caráter, o fruto (Gl 5.22).
5. Especiarias para o Incenso aromático - as orações (Sl 141.2).

Animal:

1. Tecido Azul (de moluscos) - Cristo veio do céu (Êx 24.10).
2. Tecida Púrpura (de moluscos gastrópodes) o Rei (Jo 19.1-3).
3.Tecido Vermelho (de insetos) - o Servo (Is 1.18).
4. Pêlos de cabras - pureza, caráter de Jesus (Lv 4.22-29).
5. Peles de carneiro tingidas de vermelho - sacrifício (Gn 22.13,14).
6. Couro de texugo - sem beleza, Jesus sem atrativos (Is 53.1-3).

O VALOR INESTIMÁVEL DO TABERNÁCULO

1. Seu valor tipológico: Deus usou figuras para comunicar verdades
divinas facilitando assim o entendimento humano sobre os desígnios
divinos e o plano da salvação (1 Co 10.11).

2. Seu valor espiritual: Deus desejava gravar na mente humana,
grandes e eternas verdades espirituais (Rm 15.4).

3. Seu valor literal: O Tabernáculo está aproximadamente avaliado em
hum milhão, duzentos e cinqüenta mil dólares (1 Pe 1.18,19).

4. Seu valor eterno: Revelar Jesus Cristo, que efetuaria a Redenção da
humanidade e a realidade suprema do Céu dos céus ( Hb 9.24).

5. Seu valor doutrinário: “Porque tudo que dantes foi escrito para
nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das
Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15.4).

Pastor Antonio Romero Filho
  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: Aprendendo com o Tabernáculo de Moisés Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho