728x90 AdSpace

Recentes

"Eu comandei o ataque a Pearl Harbor" - capitão Mitsuo Fuchida

O  poder da Palavra de Deus, através de um pequeno folheto evangelístico produz frutos........
  
Certo dia, um homem japonês que estava desanimado, arruinado, deprimido e sem esperança recebeu um folheto evangélico de um americana desconhecido. Ele leu o folheto e seu coração foi tocado. Procurou os missionários cristãos e a Bíblia.

Ele então tocado pelo Espírito Santo, se converteu a Cristo. Seu nome era capitão Mitsuo Fuchida. Ele era o oficial japonês que havia liderado o ataque a Pearl Harbor, em 7 de dezembro, de 1941. O mesmo homem que havia dito: "Tora! Tora! Tora! rendeu sua vida e seu coração a Jesus Cristo.

Ele também começou a pregar o Evangelho de Jesus Cristo por todo Japão e Estados Unidos. Ele até mesmo voltou a Pearl Harbor no 25º aniversário do ataque, com um presente nas mãos para os sobreviventes, uma Bíblia com Lucas 23.34a com uma dedicatória ("Pai perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo").

Fuchida pediu perdão pelo que havia feito 25 anos antes, por desconhecimento do Evangelho. A história de Fuchida é contada em detalhes no livro God's samurai (Samurai de Deus).

Vejamos o relato do capitão Fuchida, sobre o ataque a Pearl Harbor, inclusive ele dá aqui detalhes de tudo o que aconteceu naquele dia terrível para os americanos. Depois de alguns anos ele se converteu recebendo um folheto evangelístico de um americano - leia com atenção e glorifiquemos a Deus por suas ricas misericóridas:

"Eu comandei o ataque a Pearl Harbor"

Capitão-de-mar e guerra Mitsuo Fuchida, da antiga Marinha Imperial Japonesa

"Desejamos que o senhor comande a nossa força aérea, na hipótese atacarmos Pearl Harbor".

Nota: se desejas continuar conhecendo esta historia link para:

http://basemissionaria-saolourenco.blogspot.com.br/2012/06/eu-comandei-o-ataque-pearl-harbor.html
  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: "Eu comandei o ataque a Pearl Harbor" - capitão Mitsuo Fuchida Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho