728x90 AdSpace

Recentes

6 importantes invenções chinesas

Talvez nenhuma outra civilização antiga tenha contribuído mais para o avanço do progresso humano do que a chinesa. Aqui estão dez das maiores invenções dessa antiga nação, sem nenhuma ordem específica.

 

 

1 - Pólvora


Agradeça aos alquimistas chineses pelos fogos de artifício - e pelas balas. Afinal, a pólvora é uma invenção deles
BryanStelling / iStockphoto
Agradeça aos alquimistas chineses pelos fogos de artifício e pelos projéteis
Vamos começar com a, provavelmente, mais famosa invenção da antiga China. Diz a lenda que a pólvora foi descoberta acidentalmente por alquimistas procurando por uma cocção que poderia dar aos humanos a imortalidade (a busca de todos os alquimistas, desde o início dos tempos). Ironicamente, esses alquimistas acabaram tropeçando acidentalmente em uma invenção que poderia facilmente tirar a vida humana.

A pólvora primitiva era feita de uma mistura de nitrato de potássio (salitre), carvão e enxofre, e foi descrita em 1044 no livro "Collection of the Most Important Military Techniques", compilado por Zeng Goliang (fonte: Embaixada da China).




2 - Bússola


A bússola inventada pelos antigos chineses era usada para ler o destino da pessoa
Richard Cano/iStockphoto
A bússola inventada pelos antigos chineses era usada para ler o destino de uma pessoa
Onde estaríamos sem a bússola? Perdidos, é onde estaríamos. Aqueles de nós que pratica caminhada em florestas ou voa em vários tipos de aeronaves têm de agradecer aos chineses por nos guiar para casa em segurança.

Originalmente, os chineses criaram suas bússolas apontando para o sul verdadeiro. Isso porque eles consideravam o sul, não o norte, sua direção cardinal [fonte: Wright]. As primeiras bússolas foram criadas no século 4 a.C. e eram feitas de magneto.



3 - Papel

Não está exatamente claro que surgiu primeiro com a ideias de converter pensamentos em linguagem escrita. Há uma disputa acirrada entre os sumérios, na Mesopotâmia, os harappeanos do Vale do Indo (hoje Afeganistão), e os quemitas, no Egito, para ser os primeiros a formular a linguagem escrita. O que sabemos é que as primeiras linguagens parecem ter surgido cerca de 5.000 anos atrás. Alguém pode até alegar que ela data de muito antes disso - e é, se forem incluídas expressões artísticas, como as pinturas de cavernas, como forma de linguagem escrita. Uma vez que a linguagem começou a se desenvolver, porém, os humanos escreviam em qualquer coisa que fosse grande o bastante: placas de argila, bambu, papiro e pedras eram algumas das superfícies de escrita primitivas.
Sem o papel, os piratas não poderiam fazer mapas do tesouro
© Gustaf Brundin / iStockphoto
Sem o papel, os piratas não poderiam fazer mapas do tesouro


4 - Álcool


Vinho, cerveja, licor, etanol. Brindemos a essa invenção chinesa!
© Alexey Lysenko / iStockphoto
etanol.  invenção chinesa!
Você pode agradecer aos chineses pelo etanol e pelo álcool isopropílico - sem mencionar a cerveja, o vinho e o licor. Quando você pensa nisso, poucas criações do homem criaram tanta alegria e tristeza como o álcool.

Por muitos anos, acreditou-se que a fermentação do álcool veio de outros processos similares. No começo do século 3 a.C., os chineses tinham descoberto como refinar produtos alimentícios como vinagre e molho de soja usando técnicas de fermentação e destilação [fonte: Huang]. Bebidas alcóolicas destiladas seguiriam logo depois.
Descobertas arqueológicas recentes empurraram a data da fermentação chinesa e da criação do álcool muito mais para trás. Pedaços de cerâmica de 9.000 anos revelados na província de Henan mostraram traços de álcool. Essa descoberta prova que os chineses foram os primeiros a fazer álcool, já que os detentores anteriores do título, os antigos árabes, não produziram bebidas alcoólicas até 1.000 anos depois [fonte: Walter].


5 - Seda


A seda ajudou a ligar a China Antiga ao resto do mundo
© Yenwen Lu / iStockphoto
A seda ajudou a ligar a China Antiga ao resto do mundo
Mongóis, bizantinos, gregos e romanos, todos se viram, infelizes, diante das inovações militares chinesas como a pólvora. Mas foi a seda que ajudou a intermediar a paz entre a China antiga e outras culturas. A procura pela seda era tão grande que o tecido delicado ajudou a ligar a China com o mundo exterior por meio do comércio [ fonte: Columbia University]. O tecido deu origem à lendária Rota ada Seda, rotas de comércio que iam da China ao Mediterrâneo, passando pela África, pelo Oriente Médio e pela Europa.

O método para manipulação desse material produtzido pela larva da seda existia há 4.700 anos. Um pergaminho contendo um artigo sobre a produção de seda foi descoberto em uma tumba do período Liangzhu , que durou de 3330 a 2200 a.C. [fonte: ChinaCulture.org]. Diz a lenda que a seda foi descoberta pela imperatriz chinesa Hsi Ling-Shi. Enquanto tomava chá sob a sombra de uma amoreira, um casulo de bicho-da-seda teria caído em sua xícara. Ao tentar retirar o casulo, ela puxou um fio do casulo, desenrolando o fino fio de seda, amolecido pela água quente do chá.


6 - Carrinho de mão

Os chineses também são responsáveis por aliviar o fardo dos humanos ao redor do mundo e através dos tempos com o carrinho de mão. O general Jugo Liang, que viveu durante a Dinastia Han, leva o crédito por aparecer com o conceito de um carro de uma roda usado para carregar objetos pesados no século 2. A concepção de Jugo perdeu o marco por pouco; ele não adicionou ao carro os braços que vieram depois de sua invenção ser refinada. Ainda assim, Jugo bateu os europeus por cerca de mil anos com seu carrinho de mão.
O carrinho de mão, hoje ferramenta essencial na construção civil, foi usado como instrumento de guerra
© Claudio Arnese / iStockphoto
O carrinho de mão, hoje ferramenta que alivia o fardo humano, era usado como instrumento de guerra pelos antigos chineses
 
 
 

6 - Sismógrafo


O primeiro sismógrafo, de bronze, foi criado pelo imperador Chang Heng, no segundo século da Dinastia Hen
jamesbenet / iStockphoto
O primeiro sismógrafo, um receptáculo pesado de bronze, foi criado pelo astrônomo Chang Heng, no segundo século da Dinastia Han
Embora os chineses não pudessem dizer a ninguém quanto exatamente um terremoto media na escala Richter (criada apenas em 1935), eles conseguiram inventar o primeiro detector de terremotos do mundo - um sismógrafo. Não apenas o astrônomo imperial Chang Heng criou o sismógrafo durante o segundo século da Dinastia Han como ele criou um sismógrafo magnífico.
A criação de Heng era um receptáculo de bronze pesado com nove dragões olhando para baixo entalhados em seu exterior. Os dragões estavam espaçados de forma equidistante no instrumento, e abaixo de cada dragão um sapo separado dele olhava para cima com a boca aberta. Dentro do receptáculo, um pêndulo ficava suspenso sem movimento até que um tremor o movesse. Nesse momento, o balanço do pêndulo acionava as alavancas internas em movimento. Isso acionaria o gatilho para a liberação de uma bola presa na boca do dragão olhando para a direção do epicentro do furacão. A bola então cairia na boca do sapo diretamente abaixo dela [fonte: Xinhua News Agency]. Esse primeiro sismógrafo parece um pouco básico, mas levaria outros 1.500 anos até que as nações ocidentais desenvolvessem suas próprias versões [fonte: Asia Central].

Fonte:
 

 


 
 
 
 
 
 
  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: 6 importantes invenções chinesas Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho