728x90 AdSpace

Recentes

Steve Jobs: exemplo na área de negócios, design, tecnológico, gestão pessoal...e até transcultural

Morre Steve Jobs


Não é necessário aqui relatar aqui tudo o que foi criado por Steve Jobs ao longo das últimas décadas e acabou por definir os padrões da tecnologia no mundo desde o final da década de 1970. Poucos homens conseguiram reunir tantas capacidades e habilidades, sendo reconhecido exclusivamente por seu trabalho e competência.

Admirado por sua genialidade, Steve Jobs tem lições a ensinar na área de negócios, design, desenvolvimento tecnológico e até para gestão pessoal. Pensando nisso e nas características de seu trabalho, reuni algumas coisas que podem inspirar os missionários, baseado naquilo que foi Steve Jobs.

Steve Jobs deixou um bom legado de como deve ser um obreiro de sucesso, eis aqui os passos que conduziram Jobs ao sucesso na vida secular e assim sigamos seus passos na área transcultural:

1. Tinha um só alvo
2. Era ousado
3. Era carismático
4. Gostava da perfeição
5. Visão renovadora
6. Punha projetos para funcionar
7. Focava o mais importante
8. Amava o que fazia

UM SÓ ALVO

Você não deve perder o seu tempo fazendo muitas coisas ao mesmo tempo no campo missionário. Visualize e projete um de cada vez e trabalhe incansavelmente em cima dele até alcançar o resultado esperado com a ajuda de Deus. Dedique sua oração, jejum, sonhos em um só objetivo bem claro. Passe a sua visão à igreja e ao ministério de tal forma que todos tenham um só objetivo - alcançar o alvo projetado.

OUSADO

Mesmo que suas estratégias e projetos sejam considerados "loucura" pelos outros, é fundamental utilizar a ousadia, pois a visão é só sua e de mais ninguém. Não se preocupe com palavras negativas, ou desanimadoras, use tudo isto como um trampolim para alcançar almas para Cristo.

CARISMÁTICO

Um missionário de sucesso precisa ser querido e admirado por todos. Isto se conquista com exemplo, dedicação, esmero, zelo. Mesmo sendo extremamente rígido e exigente com suas ovelhas e obreiros, você conquistará a confiança e o respeito se fores sincero, transparente e amoroso. Relacionamentos não nascem de um dia para outro, mas é produto de perseverança e precisa ser cultivado para ser conquistado.

PERFECCIONISTA

Não realize nada de qualquer maneira, busque a perfeição relativa (absoluta é só de Deus). Preocupe-se com os detalhes. Aprimore-se no conhecimento Bíblico. Estude a fundo Antropologia cultural. Dedique mais horas a oração intercessória e a adorar a Deus. Não pare no tempo, procure "reciclar-se" sempre nas coisas espirituais.

RENOVADOR

O missionário não pode parar com o primeiro sucesso no campo. Tem que continuar crescendo, se aprimorando, conquistando novos alvos, fazer coisas novas e nunca ficar conformado com que já conseguiu. Inclusive o conformismo faz o obreiro ficar sendo "peça de museu", pois ficará ultrapassado ministerialmente e a obra estancará.

EMPREENDEDOR

O missionário tem que ser perseverante em seu trabalho e ser empreendedor é ter coragem de levar avante o seu projeto missionário, pois projeto no coração, na cabeça e no papél sem colocá-lo a funcionar não passa de utopia. Outra coisa também é que o empreendedor tem uma característica que o diferencia dos outros, é a seriedade e a sobriedade ministerial.

FOCADO NAS PESSOAS

O missionário necessita ser acessível a todos, incluso o lugar onde são realizados os cultos, pois normalmente o diabo sempre colocará dificuldades para o pecador chegar até o missionário e ao seu local de reuniões; em outras palavras, faça tudo para chegar até eles demonstrando que são importantes para você como também para Deus. Facilite o acesso dos pecadores ao Evangelho - vá onde eles estão!

AMOR

O sucesso só virá no campo missionário se o que está sendo realizado for feito com muito amor. Amar o que está se fazendo é uma das chaves para alcançar o sucesso. Veja o exemplo em Jesus Cristo, tudo que Ele fez, disse e sofreu foi por amor, indiscutivelmente Ele teve sucesso e vitória em sua Obra na terra.

Concluindo; Steve Jobs faleceu com 56 anos de idade, mas alcançou tudo o que um ser humano deseja alcançar. Ele lutou na força da sua inteligência e perseverou e teve sucesso.

Pense agora querido irmão, temos um grande compromisso com Deus - o Todo Poderoso, o de levar as Boas Novas de Cristo Jesus -  até os confins da terra  - e se não estamos alcançando o sucesso esperado não é culpa de Deus, mas sim nossa culpa, porque talvez não tenhamos as qualidades que Steve Jobs possuia.

Meditemos nisso, e peçamos a Deus capacidade para obedecermos a Grande Comissão. 

Pr. Antonio Romero Filho

  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: Steve Jobs: exemplo na área de negócios, design, tecnológico, gestão pessoal...e até transcultural Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho