728x90 AdSpace

Recentes

A Missão Wycliffe e sua importância na tradução da Bíblia

Aliança Global Wycliffe – Uma breve história -


O começo da Wycliffe -


A rede global que se tornaria a “Aliança Global Wycliffe” começou com um desejo de atender as necessidades práticas do pessoal de tradução da Bíblia e os linguístas que trabalham entre povos minoritários. Na década de 40, muitas dessas pessoas eram da América do Norte e trabalhavam na América Central e América do Sul com a ajuda do Summer Institute of Linguistics (agora SIL International).

 Enquanto crescia o número destas pessoas, a necessidade de uma “agência nacional” se tornava evidente. Esta agência poderia lidar com os numerosos serviços necessários de contabilidade, como também ajudar a envolver cidadãos dos Estados Unidos na oração e em outras formas de comprometimento com a tradução da Bíblia.

Cameron Townsend e L.L. Legters, fundadores da SIL, tinham começado nos anos 30 um “Camp Wycliffe”

Em 1942, foi criada a Wycliffe Bible Translators Inc. Sua sede foi estabelecida na Califórnia (EUA), no pequeno apartamento situado no andar superior da garagem de Bill Nyman. Nyman, um experiente homem de negócios, serviu como um voluntário e doou esse apartamento. Todos os fundos que vinham para o ministério iam diretamente para os locais de campo, com exceção de cinco por cento que o pessoal tinha julgado necessário para o salário de um secretário e os materiais de escritório.                                                

Enquanto a equipe de tradução se multiplicava, a agência também crescia e finalmente mudou-se para um local mais amplo. Logo a Wycliffe Bible Translators não estava apenas indo ao encontro das necessidades das equipes no campo, mas também promovendo ativamente as necessidades e o trabalho de tradução da Bíblia.

Expandindo além dos EUA

Grã-Bretanha, Austrália e Canadá


No começo dos anos 50, a SIL começou a oferecer cursos de capacitação linguística na Inglaterra e Austrália. Estes cursos, com nomes como “Wycliffe Institute of Linguistics”, serviam organizações missionárias ávidas para ter acesso ao conhecimento da SIL e a capacitação. Os cursos também interessaram possíveis missionários que se sentiam atraídos pela tradução da Bíblia como ministério.

O interesse deu origem à formação da ‘Wycliffe Bible Translators’ nesses países. Cada organização era incorporada dentro do seu próprio país. Porém, nos anos 50 e 60, as organizações da Wycliffe Bible Translators da Austrália, Reino Unido e Canadá foram aceitas como “divisões” da corporação dos EUA.

Europa


No início dos anos 60, a visão para a tradução da Bíblia em línguas de povos minoritários propagou-se pela Europa, e as igrejas europeias começaram a enviar uma nova força de trabalho vinda da Alemanha, a Suíça e os Países Baixos, seguidos pelos países nórdicos: Dinamarca, Noruega, Suécia e Finlândia. No começo dos anos 90, como a Europa Central e o Leste Europeu abriram-se, vieram ainda mais indivíduos interessados. Aqueles que viveram nos antigos estados comunistas sabiam como era estar sem a Palavra de Deus e eles estavam ansiosos para ajudar outros a ouvirem a Palavra em suas próprias línguas.

Ásia


Durante a década de 80, os países asiáticos começaram a se unir a este movimento mundial pela tradução da Bíblia. Japão, Cingapura e Coreia do Sul lideraram o caminho enquanto outros os seguiam. Na virada do século, nove nações asiáticas estavam contribuindo com o movimento mundial de tradução da Bíblia.

Organizações nacionais de campo


Durante a década de 70 e 80, um número de organizações nacionais (chamadas naquele tempo de “National Bible Translation Organizations”) se desenvolveram sob a orientação da SIL, parceira da Wycliffe,. Essas organizações patrocinaram a tradução da Bíblia e aplicaram o trabalho da linguística em seus próprios países, como também se comprometeram com as igrejas nesses países, servindo como defensores do uso das Escrituras na língua materna e promotores de oração em favor do trabalho de tradução da Bíblia.

Wycliffe Bible Translators International


Até 1980, as organizações Wycliffe que emergiam ao redor do mundo eram todas chamadas de “divisões”. Elas eram organizações subsidiárias da Wycliffe Bible Translators Inc. nos Estados Unidos. A Wycliffe Bible Translators Inc. servia não apenas como organização representativa para os EUA como também como organização-mãe para a família mundial de “divisões”. A Wycliffe Bible Translators Inc. era portanto a fase inicial da Wycliffe International.

Em 1980, a Wycliffe Bible Translators International foi incorporada como corporação separada da Wycliffe Bible Translators Inc. As organizações que eram anteriormente divisões da Wycliffe Bible Translators Inc. se tornaram divisões da Wycliffe Bible Translators International, e a Wycliffe Bible Translators Inc. (agora também conhecida como Wycliffe USA) continuou a enfocar na sua função de relacionamento com o público dos EUA.

Um novo capítulo começa a manifestar-se para a Wycliffe International


O estatuto de “divisão” e a estrutura das organizações da Wycliffe serviram bem por alguns anos, mas afinal se tornaram impraticáveis. As leis locais e nacionais exigiam cada vez mais que as organizações fossem totalmente controladas ao nível nacional, em vez de terem pessoal e fundos vindos por meio de uma organização internacional tal como a Wycliffe Bible Translators International (que eventualmente se tornou conhecida como Wycliffe International).

Em 1991, foi tomada a decisão de reestruturar a Wycliffe International. O termo “divisão” tornou-se obsoleto, e as organizações da Wycliffe se tornaram organizações membros autônomas, significando que cada organização-membro votante tinha direito a dois votos em assuntos relativos à Wycliffe International, independente do tamanho ou da experiência dela.

Essa reestruturação teve significantes consequências. As organizações-membros se tornaram completamente autônomas e responsáveis por desenvolver e formar suas próprias organizações e políticas de acordo com os interesses culturais e nacionais. A função da Wycliffe International passou a ser de facilitar, fornecer padrões e orientação, fazer recomendações e dar orientação e apoio global. A Wycliffe International deixaria de criar as políticas que regem as organizações-membros.

Durante essa mesma época, a estrutura histórica da interconectividade da Wycliffe International e da SIL International também começou a mudar. Embora durante boa parte da história deles elas tivessem compartilhado o conselho, e os membros de uma organização fossem também membros da outra, hoje elas são organizações distintas com conselhos separados.                                                                               

As organizações ainda compartilham uma parceria estreita e altamente valorizada, mas cada uma também está explorando novas parcerias com outras organizações que trabalham com comunidades de línguas minoritárias. Cada organização é capaz de fazer sua própria contribuição enquanto também trabalha em unidade com suas organizações-parceiras. As organizações Wycliffe individuais continuam emprestando muitos do seu pessoal para a SIL e Wycliffe International e SIL trabalham juntas em várias das estratégias.

Em 2008, a Wycliffe International começou uma nova jornada com uma nova junta, novo diretor executivo e uma Equipe de Liderança Global. A nova liderança procurou ver como Deus estava trabalhando em Sua igreja por todo o mundo, e a melhor forma como a Wycliffe poderia participar da Sua missão global.

Aliança Global Wycliffe


Em fevereiro de 2011 a Wycliffe International se tornou a Aliança Global Wycliffe.  O novo nome representa  a organização que a Wycliffe se tornou, e ajuda a criar um ambiente  para o aumento de parcerias e da participação da Igreja de Deus por todo o mundo, para que todos possam ter a oportunidade de conhecer a Cristo através de Sua Palavra e de Seu povo.

Para uma explicação mais detalhada sobre como o novo nome, Aliança Global Wycliffe, reflete as realidades emergentes/em mudança, leia o artigo Um Novo Nome.

 Wycliffe, uma agência missionária de tradução de Bíblia, fundada em 1942 por William Cameron Townsend, missionário entre os índios Cakchiquel da Guatemala.
 


Townsend abraçou a visão de tradução da bíblia quando o povo Cakchiquel expressou sua preocupação de não  terem disponível a Bíblia, na língua que compreendiam claramente.


   Hoje, cerca de 340 milhões de pessoas não têm a Bíblia em sua própria língua. A visão da Wycliffe  é ver a Bíblia acessível a todas as pessoas na linguagem que eles entendem melhor.
 

1- Vamos orar que o Senhor torne esta visão uma realidade.

2- Oremos também para a finalização da tradução da Bíblia em Uyghur. Hoje temos o Novo Testamento, Genesis e Exodus traduzidos para língua Uyghur. Oremos para que Leo, Talita e Edson possam distribuir e evangelizar com estas bíblias no território Uyghur.

3- Oremos a favor dos missionários que estão traduzindo a bíblia para a língua Uyghur, que o Senhor possa proteger seus familiares, que eles sejam cheios do Espírito Santo e fiéis na tradução, não colocando nenhum tipo de iterpretação, apenas tradução.

Fonte: Wycliffe Global Alliance
  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: A Missão Wycliffe e sua importância na tradução da Bíblia Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho