728x90 AdSpace

Recentes

E foi-se sem deixar de si saudades - Você deixará saudades? Uma boa história de vida?


Já tive a graça de conviver com diversos grupos de pessoas em diversos lugares. Porém, guardo saudades de pouquíssimas pessoas. Também não sei se consegui deixar saudades nas outras pessoas que conviveram comigo. Hoje busco ser diferente. Penso que precisamos saber deixar saudades nos outros por onde passamos através de nossas ações,  reações e atitudes de sincera amizade e fidelidade para com as pessoas que nos cercam.

Se deixamos saudades é sinal que as pessoas nos guardam em seus corações, maior e mais precioso cofre do mundo. Deixar saudades nas pessoas é sinal que significamos algo para estas pessoas. A mãe sente saudades do filho quando este sai de casa, porque ama ele. Se nós não deixamos saudades nas pessoas é porque fomos insignificantes e apenas estávamos lá como número e não como ser, como pessoa. Acredito que as pessoas seriam bem mais próximas uma das outras se conseguíssemos deixar saudades, boas lembranças.  

É triste quando uma pessoa tem que se retirar de algum lugar porque os outros pedem para ela sair. Isto são marcas de que essa pessoa é muito egoísta, pensa somente em si e não nos outros. Precisamos aprender a sermos pessoas humildes e servidoras e não fazermos dos outros nossos servidores. Precisamos aprender a conquistar o coração das pessoas, pois lá nossos nomes ficam eternizados.  

A saudade simboliza que não somos um peso para as pessoas, mas uma lembrança agradável de ser lembrada.

Sinto saudades e lembro-me perfeitamente de meu querido pai que está no Paraíso com Jesus. Sua paciência, seus conselhos, sua humildade, sempre me apoiando no campo missionário. Meu pai foi o primeiro a visitar-me quando fazia missões na Patagônia - Argentina. Viajou do Brasil à China para dar-me um abraço no meu aniversário. Tenho saudades dele. Deixou uma linda história que hoje conto aos meus filhos e aos meus netos. Quero seguir os passos de Jesus, meu Mestre e de meu pai, Antonio Romero.

Jeorão um exemplo de alguém que não deixou saudades e foi sepultado sem nenhuma honra

O texto sagrado em 2 Cr 21.20, afirma: "(Jeorão) Era da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar, e reinou em Jerusalém oito anos, e foi-se sem deixar de si saudades; e o sepultaram na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis".

 Por que Jeorão não deixou saudades?

1. Por causa de sua maldade

 Percebemos que Jeorão ao tomar posse do reino em Judá manifestou toda a sua arrogância, buscando toda potencialidade possível para o seu reinado, toda soberania que o império lhe oferecia, pensando ele que poderia chegar a deter o poder absoluto sobre Judá (não atentando ele para a sabedoria de que só Deus detém todo o poder).

 Estando perdido em sua arrogância, numa imensa cegueira moral e espiritual, Jeorão não pensou duas vezes ao assassinar seus irmãos a sangue frio, em um ato cruel e totalmente contrario a normalidade humana, contrario as expectativas naturais do homem, pois ninguém nunca espera que alguém assassine seus irmãos e ainda mais com tamanha crueldade e frieza! Ele não assassinou apenas uma, duas, ou três pessoas, não apenas quatro, cinco, ou seis pessoas, não, Jeorão assassinou mais do que “simplesmente” seis pessoas, pois Jeorão havia assassinado seus seis irmãos, sangue de seu sangue, carne de sua carne!

Acredito que a maioria de nós conhecem um caso de assassinato entre irmãos. Quem não já ouviu um ditado que diz “a língua mata?” Sem duvidas, suas palavras tanto pode ser construtivas como destrutivas, tanto pode vivificar alguém como pode matá-lo! E quantas pessoas têm assassinado os sonhos de outras, de forma cruel e irresponsável, pessoas más ou desprovidas de sabedoria.

Tome cuidado com o que você diz, suas palavras podem ser como mortandades; ou no cortar a fala de outro alguém; ou caçoar dos simples: você pode esta cometendo um assassinato sem perceber. Não faça como Jeorão que assassinou seus irmãos: DEIXE SAUDADES!

Porque Jeorão não deixou saudades?

2 – Por causa de suas alianças

 Pesquisando sobre a vida de Jeorão, eu esperava uma atitude de mudança, uma atitude de arrependimento, esperava que pelo menos ele escolhesse alguém em sua vida que o influenciasse para o bem; uma mulher sábia que edificasse a sua casa, uma mulher que fosse uma benção para sua vida, que o ajudasse em sua missão como rei; porem quando Jeorão resolve se casar, ele se casa com uma pessoa totalmente influenciada para o mal, ele se casa com a filha de Acabe e Jezabel, duas pessoas desprovidas da graça de Deus, iniciando uma aliança com esta família.

Quantos de nós desprezam a sabedoria do jugo desigual e buscam para si a companhia de pessoas descomprometidas com Deus. Se empolgam na aparência, dão prioridade ao seu desejo carnal ou a uma “necessidade” de uma companhia por se sentirem “carentes”, não observam a vontade de Deus, pois seus olhos estão “reluzindo o brilho do amor” e por isso não a enxerga, não estão sensíveis à voz de Deus, pois sua sensibilidade “esta aguçada para o seu amado ou amada”, desprezam a aliança com Deus pois “seu dedo direito já se encontra ocupado”. Esta inobservância da realidade de que não há nem uma parte da luz com as trevas, de que não podemos caminhar por dois caminhos ou coxear por dois pensamentos, resulta em um grande desastre, pois geralmente esta inobservância, afasta o indivíduo de Deus. Não seja inconsequente em seus atos como foi Jeorão, DEIXE SAUDADES!

Porque Jeorão não deixou saudades?

3 – Por causa de sua idolatria

 Nessa altura Jeorão me parece completamente perdido em sua trajetória; tomou por mulher alguém que o ajudou a se tornar pior do que já era, assassinou seus irmãos e alguns príncipes de Judá, não observou a revolta dos edomitas como um aviso para o arrependimento dos seus maus caminhos; e provavelmente tendo grande aprovação de sua mulher, cometeu tamanha loucura, tamanha irracionalidade, tamanha perdição de sentidos levantando altares a outros deuses.

E quantos que nos dias de hoje tem levantado altares a ídolos ou até mesmo a deuses estranhos! Muitos trocam a presença do Espírito Santo por uma estátua de madeira, gesso, metal ou seja lá do que for; se curvam em atitudes de adoração e usam a desculpa de estarem apenas venerando, caindo no mesmo erro, pois venerar significa também “render culto”, e só o Deus vivo e verdadeiro é dígno de ser cultuado; outros mudam seu foco do Criador para alguém que tem por muito especial, alguem de muito prestígio, um cantor ou cantora, uma banda favorita, um time de futebol, ou até mesmo um programa de televisão, uma novela, ou melhor dizendo, algumas novelas, novelas depravadas, que não edifica em nada! Passam horas e mais horas adorando seus ídolos e não tem a paciência e muito menos o desejo de meditar em apenas um só capítulo da palavra de Deus! Não repita os erros de Jeorão, faça o contrario, destrua esses “altares” e centralize apenas o Senhor em sua vida. DEIXE SAUDADES!

Conclusão: - A recompensa de Jeorão foi a derrota e a desgraça. Ele não apenas morreu tragicamente, em grande agonia por causa de uma terrível doença da parte de Deus; ao contrario dos homens da nossa época, ele morreu também das mentes das pessoas. O povo não lhe prestou honras em seu velório como era de costume aos reis, muito menos o enterraram entre eles.

Por esses fatos Jeorão foi o único rei relatado na bíblia que não deixou saudades, teve melhores oportunidades de vida, trilhou por caminhos que pensava ser bom, mas o levou a morte, ao esquecimento. Pelo que percebemos, se alguém naquela época se lembrasse de Jeorão era com grande terror e repugnância.

Portanto, não caminhe por esses caminhos, faça o contrario e certamente deixarás saudades por onde passares e todos se lembrarão de você por causa de sua boa história.  Deus vos abençoe.

Vosso conservo em Cristo - Pastor Antonio Romero Filho

Fonte: Adaptado
  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: E foi-se sem deixar de si saudades - Você deixará saudades? Uma boa história de vida? Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho