728x90 AdSpace

Recentes

Recordando os primeiros crentes fundadores das Assembleias de Deus no Brasil



O anseio dos pioneiros Gunnar Vingren e Daniel Berg ao aportarem em Belém do Pará, no dia 19 de novembro de 1910, era pregar aos seus ouvintes o Evangelho de poder que passaram a experimentar a partir do batismo com o Espírito Santo recebido em 1909 na cidade de Chicago, EUA.

Portanto eles não vieram ao Brasil para fundar uma nova igreja. Sendo eles membros da denominação batista tanto na Suécia, seu país de nascimento como nos Estados Unidos, de onde vieram, era natural que se aproximassem desses crentes em terras brasileiras.

Embora Gunnar Vingren tenha relatado no livro "Diário do Pioneiro" que a notícia da chegada de novos missionários ecoara rapidamente nas quatro igrejas protestantes de Belém. Alguns dias depois três crentes se interessaram por eles e lhes testificaram sobre o batismo com o Espírito Santo.

A igreja Batista em Belém naquela ocasião, segundo seu historiador Antonio B. de Almeida contava com 170 pessoas no rol de membros, estava enfrentado um período de dificuldade.

O moderador José Plácido da Costa, era um homem de bom nível espiritual, alheio a contentas e de boa reputação, foi um dos primeiros a aceitar a doutrina pentecostal. Celina de Albuquerque membro da igreja, foi curada de uma enfermidade nos lábios pela oração de Vingren, em um culto na casa dela.

Então Celina começou a buscar o batismo com Espírito Santo e o recebeu a uma hora da madrugada do dia 2 de junho de 1911. No mesmo dia, à noite, outra crente  batista, Maria de Jesus Nazareth, foi batizada com Espírito Santo e cantou um hino espiritual.

Segundo a ata nº 222, da igreja Batista de Belém, no dia 13 de junho de 1911, treze pessoas se levantaram favoráveis ao ensino pentecostal e foram excluídos da igreja. Compareceram à casa da irmã Celina, onde no dia 18 de junho de 1911, iniciaram a Assembleia de Deus, sendo que no dia 13, mais quatro irmãos que frequentavam cultos na casa de Celina e mais três membros batistas que só foram excluídos no mês seguinte.

Ao todo foram 18 irmãos presentes, mais os dois missionários Vingren e Daniel Berg.


      
                     Daniel e Gunnar

Celina foi uma serva incansável na oração e evangelização. Maria de Jesus pregou para seu familiares no interior do Ceará e tornou-se a fundadora da igreja naquele Estado.                                          

José Plácido seguiu, em 1913 como missionário aos seus conterrâneos portugueses. Também Manoel M. Rodrigues foi pregar em Portugal e Argentina, sendo o primeiro Presbítero da igreja; sua filha Lydia tornou-se valorosa serva de Deus, tendo se casado com o missionário Nels Nelson.



A Assembleia de Deus no Brasil está completando 100 anos de atividades espirituais no país e no exterior, hoje somos milhares de crentes batizados com o Espírito Santo. Agradecemos a Deus pelos nossos primeiros pais espirituais que deixaram um legado espiritual maravilhoso a todos nós.

Agradeço a Deus pois Ele me alcançou a trinta anos atrás e comigo vieram meus pais e mais seis irmãos, sendo que dois deles são pastores ativos, o pastor Roberto Romero pastoreia na cidade de Piraçununga - SP, e o pastor Francisco Romero está fazendo missões transcultural na cidade de Trelew - Patagonia - Argentina.

A Deus toda gloria.

Pastor Antonio Romero Filho - Presidente da Assembleia de Deus - Ministério de São Lourenço -  MG- Brasil

  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: Recordando os primeiros crentes fundadores das Assembleias de Deus no Brasil Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho