728x90 AdSpace

Recentes

As igrejas necessitam das agências missionárias para fazerem missões?

Muitos líderes colocam as Agências Missionárias à margem do plano de Deus para a evangelização do mundo e dizem que as igrejas locais podem fazer sozinhas a tarefa transcultural. Porém, como resultado da falta de conhecimento do campo e de treinamento adequado, temos uma infinidade de relatos de problemas no campo missionários, que incluem relatórios falsos, divisões de igrejas e casos de missionários que abandonaram a fé devido ao choque transcultural e pela falta de preparo, outros retornam prematuramente do campo por causas evitáveis.

Vejamos porque Deus levantou as Agências Missionárias:

1. Deus levantou as Agências Missionárias como um ponto de encontro e equilíbrio para que igrejas de diferentes denominações possam trabalhar em comunhão e cooperação, sem contudo danificar sua estrutura e características próprias.

2. Deus levantou as Agências Missionárias para ajudar a igreja a canalizar seus recursos de forma mais prática e objetiva. Este trabalho em conjunto economiza tempo e recursos financeiros. É muito difícil uma igreja local fazer pesquisa de campo, organizar todo o treinamento transcultural é uma tarefa que exige tempo, disponibilidade e profundo conhecimento no assunto transcultural.

3. Deus levantou as Agências Missionárias para treinar e preparar de maneira mais específica o obreiro no aspecto bíblico transcultural, devido a complexidade do mundo moderno e da globalização. Seminários nas áreas de antropologia cultural, choque transcultural, retorno prematuro de missionários, comunicação, heresiologia e ética cultural, além das disciplinas teólogicas fundamentais.

4. Deus levantou as Agências Missionárias para avaliarem com mais profundidade a vida dos canditados que serão enviando por suas igrejas ao campo missionário, nas áreas: psicológica, espiritual, caráter cristão, etc... pois o acompanhamento é mais direto e o obreiro designado pela igreja pode ser lapidado e  provado antes de ser enviado ao campo.

Uma agência deve ser moldada por padrões bíblicos e deve funcionar como um departamento ou braço atuante para ajudar a igreja a cumprir sua missão neste mundo complexo, pois nada poderá substituir ou tomar o lugar da Igreja de Cristo.

Finalmente, o candidato para às missões experimentará durante seu treinamento na agência de "pequenas doses" de tudo aquilo que enfrentaria no campo missionário. Quando o candidato entra na agência, (1) seus olhos estão completamente fechados para a realidade de missões (sem visão real), (2) durante o curso e o seu término, ele abre um de seus olhos (visão relativa), (3) quando chega ao campo e começa o trabalho, passa a ter uma visão completa (visão absoluta) do campo missionário transcultural.

Se eu tivesse me preparado não só teologicamente como o fiz durante os anos 80/81, no IBAD de Pindamonhangaba, mas também passasse por um treinamento mais profundo e prático na área missiológica, confesso que não perderia tanto tempo para adaptar-me e vencer obstáculo primários no campo missionário. Deus nos levou para a Patagônia - sul da Argentina, depois para a China e depois Europa. Depois de 20 anos de experiências no campo missionários em três continentes, ainda sinto-me inapto para o grande trabalho transcultural.

Por essa razão surge numa pequena cidade de São Lourenço, no Sul de Minas Gerais o Centro Internacional de Missões das Assembléias de Deus que está completando 10 anos de atividades missiológicas onde já passaram mais de 500 alunos, muitos estão no Brasil e outros no exterior realizando a maior obra de todos os tempos - Missão Transcultural.

A Deus toda gloria, honra e louvor.

Pr. Antonio Romero - Diretor Geral do CIM







  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: As igrejas necessitam das agências missionárias para fazerem missões? Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho