728x90 AdSpace

Recentes

Estudante atéia processa escola por causa de banner com oração

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA (*) - A segurança de um estudante de segundo ano em Rhode Island tem sido alegadamente ameaçada devido a um banner de oração que está pintada no interior do auditório da escola.

Em nome de Jessica Ahlquist, de 15 anos, a requerente da American Civil Liberties Union (União Americana pelas Liberdades Civis) entrou com um processo federal contra a cidade de Cranston na segunda-feira contestando a constitucionalidade do mural de oração.

Começando com "Nosso Pai Celestial" e terminando com um "Amém," o banner de 8 pés de altura e três pés de largura incentiva os alunos a se esforçar academicamente, serem bondosos, honestos, mostrarem desportivismo e buscarem honrar a escola.

No entanto, apesar da mensagem positiva, a advogada voluntária da ACLU Lynette Labinger e Thomas Bender argumentaram que a oração violava a Constituição e os alunos excluídos que não compartilhavam as mesmas crenças.
A ateia Jéssica Ahlquist

A ação observou que a oração foi projetada para ser facilmente lida por alunos de programas de auditório.

"A presença da oração na escola promove e defende os ideais do Cristianismo e do conceito de um único ‘Pai Celestial,"" afirmou Ahlquist no processo. "Eu acredito firmemente que não deveria estar em exibição em uma escola pública e está em violação direta aos meus direitos civis e aos de outros alunos."

"Como um atéia, não me sinto incluída na mensagem da oração, na verdade, me sinto excluída."

Fonte: Christian Post







  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: Estudante atéia processa escola por causa de banner com oração Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho