728x90 AdSpace

Recentes

Jesus voltará em uma nuvem de glória

Apresentamos a seguir um resumo abordando a história, função e ministério da “nuvem de glória” em relação aos filhos de Israel e ao Tabernáculo, que constituíam a “congregação no deserto” (Êx 40.1-38):

1. O Senhor conduziu Israel na saída do Egito para a terra prometida através de uma coluna de nuvem (de dia) e de fogo (de noite). Esta é a primeira menção que as Escrituras falam à respeito da nuvem (Êx 13.21, 22).

2. A nuvem guiou Israel através do mar Vermelho, trouxe trevas para os egípcios, mas iluminou o caminho para os israelitas, o povo de Deus (Êx 14.19-31).

3. A glória do Senhor apareceu na nuvem (Êx 16.10).

4. A nuvem por fim conduziu o povo para o Monte Sinai e colocou-se sobre o monte e a voz de Deus falou à nação através da nuvem, a mensagem para Israel era “siga a nuvem” (Êx 19.9-19).

5. Moisés subiu ao monte Sinai em meio à nuvem e esteve ali 40 dias e 40 noites e recebeu os Dez Mandamentos: (1) as leis morais, (2) as civis e as cerimoniais, e (3) a revelação do Tabernáculo (Êx 24.15-18).

"Shekinah" (a glória de Deus)

6. Durante a dedicação do Tabernáculo, a nuvem de glória (os hebreus referem-se a ela como “Shekinah”), deixou o Sinai e habitou no Tabernáculo de Moisés, no Lugar Santíssimo, sobre o trono de misericórdia (propiciatório) a tampa da arca da aliança, onde Deus falava com Moisés e lhe dava instruções (Êx 40.34-38; Lv 16.1, 2).

7. A nuvem guiou todas as jornadas de Israel pelo deserto, até levá-los para a terra de Canaã, pois quando a nuvem se movia, eles se moviam, quando parava, eles paravam e acampavam e os sacerdotes deveriam estar atentos à nuvem, dia e noite e deveriam tocar as trombetas para que o acampamento de Israel se movesse de acordo com a orientação de Deus (Nm 9.15-23; Dt 1.33).

8. Quando o Templo de Salomão foi edificado, a nuvem de glória veio sobre ele, habitando sobre a arca da aliança, no Lugar Santíssimo, a qual tinha sido previamente trazida do Tabernáculo de Davi (1 Rs 8.10,11).

9. O final da história da nuvem de glória no Antigo Testamento é trágico em relação à nação de Israel, visto que a nuvem afastou-se do Templo, pois este havia sido profanado com muitas abominações e não mais retornou. (Ez 10.1-22).

10. No monte da transfiguração apareceu uma nuvem que envolveu o Senhor Jesus: " E estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; escutai-o (Mt 17.5)

11. Na ascensão do Senhor no monte das oliveiras, diz a Palavra que "uma nuvem o recebeu": E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o à seus olhos. (At 1.9).

12. No arrebatamento o encontro será nas nuvens: "depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles (os mortos que ressuscitarão com corpos glorificados) nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor" (1 Ts 4.17).

 Tudo que a nuvem representava para Israel, o Espírito Santo representa para a Igreja (Jo 14.17):

• O Espírito nomeia e comissiona ministros (At 13.1).

• O Espírito dirige os ministros onde pregar (At 16.6).

• O Espírito instrui o que devem pregar (1 Co 2.14).

• O Espírito falou através dos profetas (At 1.16).

• O Espírito contende com os pecadores (Gn 6.3).

• O Espírito reprova (Jo 16.8).

• O Espírito consola (At 9.31).

• O Espírito nos ajuda em nossas fraquezas (Rm 8.26).

• O Espírito nos ensina (Jo 14.26).

• O Espírito guia (Jo 16.13).

• O Espírito santifica (Rm 15.16).

• O Espírito testifica de Cristo (Jo 15.26).

• O Espírito glorifica a Cristo (Jo 16.14).

• O Espírito tem poder próprio (Rm 15.13).

• O Espírito sonda tudo (Rm 11.33,34).

• O Espírito age segundo a sua vontade (1 Co 12.11).

• O Espírito habita com os santos (Jo 14.17).

• O Espírito pode ser entristecido (Ef 4.30).

• O Espírito pode ser envergonhado (Is 63.10).

• O Espírito pode sofrer resistência (At 7.51).

• O Espírito proporciona segurança (Rm 8.16).

• O Espírito ilumina (1 Co 2.12-14).

• O Espírito distribui os dons (1 Co 12.1-11).

• O Espírito chama e envia missionários (At 13.2).

Meus prezados irmãos, fiquem firmes e abundantes na obra do Senhor, pois conforme é o "seu dia e sua noite" a nuvem de glória estará sobre a sua vida para guiar-te, proteger-te, dar calor e refrescar a sua caminhada por este deserto de provas e dificuldades.

Pastor Antonio Romero Filho

  • Blogger Comentários
  • Facebook Comentários

0 comentários :

Item Reviewed: Jesus voltará em uma nuvem de glória Rating: 5 Reviewed By: Pr. Antonio Romero Filho